quarta-feira, 2 de maio de 2012

Acusado de executar esposa grávida se apresenta a polícia, mas nega o assassinato

Acusado de executar esposa grávida se apresenta a polícia, mas nega o assassinato

 No início da tarde desta terça-feira (1) o marido de Gislayne Lima da Silva, 19 anos, assassinada no último domingo (29), Wênio Eclebio da Silva de 20 anos, se apresentou à polícia na 5ª Delegacia Distrital. O marido da vítima alegou inocência e garantiu que teria sido ameaçado pelo pai da jovem. “Ele chegou a me ameaçar logo depois do crime, mas não fui eu”, disse Wênio.

O pai de Gislayne acredita que o crime tenha sido praticado pelo marido e por sua amante identificada como ‘Diana’. Segundo o pai da vítima, Gilvan Lucas de 40 anos, o marido estava no local do crime e desapareceu, so retornando após o término do período de flagrante delito.

Compreendendo o caso.

Na manhã do último domingo (29) a jovem Gislayne Lima da Silva, 19 anos, que estava grávida de 3 meses, foi encontrada morta em um campo no bairro do Mario Andreazza, em Bayeux.

A polícia investiga o caso.

Da Redação O Arauto Mamanguapense
com informações: PB Agora
clenilsonpinto@yahoo.com.br
Postar um comentário