quarta-feira, 13 de junho de 2012

Estiagem agrava situação de 90% dos municípios que vivem exclusivamente do FPM

Dos 223 municípios paraibanos, pelo menos 90% têm no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sua única fonte de renda.
Buba Germano
Buba Germano, presidente da Famup
Na prática, isso implica em pagar o custeio da máquina, quitar a folha de pagamento e ficar com o caixa zerado, sem nenhum centavo para investimentos próprios.
De acordo com o presidente da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Buba Germando, a situação fica ainda mais grave com a estiagem, que deixou 195 cidades em situação de emergência.
“Outro problema é a falta de planejamento e capacidade administrativa de alguns gestores, que ficam desnorteados quando se vêem numa situação complexa como essa”, reforçou.
Para Buba, os municípios que conseguem manter pelo menos os compromissos administrativos em dia já estão no lucro. Ele disse que não é a regra, mas alguns municípios não conseguem sequer manter as próprias despesas pagas mensalmente.
Prefeito de Picuí, município da região do Curimataú, Buba Germano explica que a situação dos municípios é muito complexa. “Tirando os municípios que têm receitas próprias, como IPTU e ICMS significativos, os demais vivem situação difícil, que se complica ainda mais agora com a estiagem”, disse o presidente da Famup.
Ele citou seu município para ilustrar as perdas constantes de repasse dos recursos do FPM. “De maio para junho tivemos uma perda de R$ 250 mil nos nossos repasses e para manter nosso equilíbrio financeiro temos que estar em constante planejamento, para que os recursos cheguem sempre às áreas que mais precisam”, explicou.
Com pouco dinheiro em caixa e os problemas agravados pela estiagem que deixou 195 municípios em estado de emergência, o presidente da Famup alerta que é preciso estar preparado para assumir um mandato de prefeito.
“O eleitor precisa exigir mais dos candidatos, que precisam ter noção administrativa e de planejamento, senão não conseguirão governar”, enfatizou. 
 
Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do Portal Correio
clenilsonpinto@yahoo.com.br
oarautomamanguapense@gmail.com
Postar um comentário