quarta-feira, 20 de junho de 2012

Professora é achada morta dentro do apartamento onde morava, na Paraíba Mãe da vítima chegou ao local no fim da tarde desta quarta-feira. Delegado disse que já começou a ouvir testemunhas.


Briggida Lourenço era professora de Arquivologia da UEPB (Foto: Reprodução/Facebook) 
Briggida Lourenço era professora de Arquivologia
da UEPB (Foto: Reprodução/Facebook)
 
 A professora Briggida Rosely de Azevedo Lourenço foi assassinada dentro de seu apartamento nesta terça-feira (19), em João Pessoa. A polícia já tem suspeitos e está realizando buscas pela cidade. A vítima ensinava no curso Arquivologia na Universidade Estadual da Paraíba.
 
A mãe da vítima, Roselma Azevedo, chegou ao apartamento no fim da tarde e já achou Briggida morta, no bairro Jardim Cidade Universitária. Roselma contou à TV Cabo Branco, que a filha tinha marcas de estrangulamento.

O delegado de homicídios, Antônio Brainer, disse que já está ouvindo testemunhas e que a polícia está fazendo buscas pela cidade em busca de suspeitos. Segundo ele, o corpo foi achado por vizinhos pouco antes da chegada da mãe da vítima.

Roselma, ainda em frente ao prédio onde a filha foi morta, disse à repórter que recebeu um telefonema de um homem dizendo que havia “feito uma besteira” e que ela fosse até a casa da filha.

Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do G1 PB
clenilsonpinto@yahoo.com.br
oarautomamanguapense@gmail.com
Postar um comentário