segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

MPPB inaugura Promotoria de Mamanguape (veja fotos)

Mais de 70 mil pessoas dos municípios de Mamanguape, Itapororoca, Capim, Mataraca e Cuité de Mamanguape terão, a partir de agora, melhores condições de atendimento no Ministério Público da Paraíba. É que foi inaugurada, nesta quinta-feira (13), a sede da Promotoria de Justiça de Mamanguape Promotor Adailton Coelho Costa.
A Promotoria possui mais de 450 m2 de área construída e dispõe de quatro gabinetes para os promotores, dois cartórios, auditório para 54 pessoas, brinquedoteca, área de reprografia, de informática e de serviços, além de estacionamento privativo.
Solenidade
A solenidade de inauguração contou com a presença do procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, do governador Ricardo Coutinho, das promotoras de Mamanguape Ana Maria França, Juliana Salmito e Ana Caroline Almeida.
Também participaram integrantes da administração superior do Ministério Público da Paraíba, promotores e procuradores de Justiça, servidores do MPPB, magistrados, prefeitos da região, vereadores, conselheiros tutelares e do idoso, autoridades eclesiásticas e representantes da sociedade local.
A cerimônia foi aberta com o hasteamento da bandeira ao som do Hino Nacional Brasileiro cantado pelo coral de alunos do Centro Educacional Produtivo (CEP) da fazenda Pindobal, em Mamanguape, obra social que tem como objetivo tirar os adolescentes da situação de vulnerabilidade social e formar cidadãos.
Discursos
A promotora Ana Maria de França falou em nome dos membros que atuam em Mamanguape. Ela discorreu sobre a luta enfrentada, desde 2003, para conseguir a construção da sede e ressaltou a missão do Ministério Público e sobre as dificuldades enfrentadas no atendimento aos cidadãos na sala do MP no fórum local.
Ana Maria França também agradeceu à administração superior pelo empenho demonstrado na construção da sede própria. “Nesta casa que é de todos, a Constituição terá uma defesa intransigente por todos nós que fazemos o MP”, declarou.
O procurador-geral de Justiça destacou que a inauguração da sede em Mamanguape é o resgate de uma dívida do Ministério Público com a população do Litoral Norte do Estado. “Nunca tivemos representação aqui. Por isso esta sede terá um resultado especial de dar à sociedade um tratamento digno”, afirmou.
No seu discurso, Oswaldo Trigueiro alertou para o perigo que representa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37/2011, que pretende retirar o poder de investigação do MP. “Não se pode amputar a instituição tirando-lhe esta atribuição”, comentou acrescentando que a parceria entre o MP paraibano e a Segurança Pública tem trazido resultados expressivos no combate à criminalidade.
O governador Ricardo Coutinho enfatizou a importância do fortalecimento do Ministério Público. “O fortalecimento do MP interessa à sociedade. A inauguração desta sede é importante para o atendimento da população e para o trabalho dos promotores. Tenho convicção plena do avanço do Ministério Público nas suas ações ao longo dos anos. E podem contar com o apoio do Executivo”.
Homenagem
Durante a solenidade, o procurador-geral de Justiça homenageou à família do promotor Adailton Costa, que dá nome à sede da Promotoria, com a entrega de uma réplica da placa inaugural a Elita Costa, viúva do homenageado. Adailton Coelho foi promotor de Justiça, secretário de Estado, professor universitário e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.
A filha de Adailton, Violeta Costa, discursou em nome da família destacando a emoção e a alegria de receber a homenagem. “Meu pai é o orgulho maior de minha existência”, disse. Ela descreveu ainda o trabalho do homenageado no campo da educação, como a fundação de escolas em Mamanguape e Itapororoca.
O poeta Tarcísio Fagundes leu um poema escrita especialmente em homenagem a Adailton Costa.
Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do PBVale
clenilsonpinto@yahoo.com.br
Postar um comentário