segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Tarde violenta: três pessoas são executadas em poucas horas neste domingo

As vítimas foram mortas a tiros na Grande JP 

Um adolescente de 16 anos e dois jovens foram executados a tiros na tarde deste domingo (23), na região metropolitana da Capital paraibana. Os crimes ocorreram nas cidades de Santa Rita e João Pessoa. Segundo a Polícia Militar, as vítimas tinham envolvimento com drogas.O último crime registrado ocorreu por volta das 16h, onde o adolescente Allysson da Silva Nascimento, 16 anos, foi executando quando anda de bicicleta pela Rua Sindicalista Carvalho Costa, no bairro do Tibiri II, em Santa Rita. Moradores ouviram disparos e acionaram a Polícia Militar.
 
Morto no bairro da Torre 

Quando os policiais chegaram ao local encontraram o menor já em óbito. A PM não soube informar os autores dos disparos. Um tio do adolescente disse que ele estava consumindo drogas há cerca de um mês. “Ele era uma pessoa trabalhadora. Mas, depois que começou a andar com quem não presta, começou a consumir drogas daí o resultado é a morte ou prisão. Infelizmente ele morreu”. Ainda em Santa Rita, mas no bairro Tibiri Fábrica, o ex-presidiário Link Vinicius dos Santos, 20 anos de idade, foi executado enquanto embalava drogas para venda. O crime, na localidade conhecida como ‘Buraco do Sapo’. De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava embaixo de uma árvore quando dois homens chegaram em uma motocicleta vermelha, deixaram o veículo perto crime, foram a pé até o encontro do ex-presidiário e o executaram com dois tiros na cabeça. 

Morto em Santa Rita  

Os policiais informaram que Link Vinicius cumpriu pena no Presídio Padrão de Santa Rita por assalto a ônibus. Os acusados pelos disparos não foram identificados. Em João Pessoa, o homicídio ocorreu no bairro da Torre. O vendedor de gás, Willames Santos, 22 anos de idade, foi executado após ser perseguido por homens em um veículo celta vermelho. A Polícia Militar revelou que o jovem foi baleado com um tiro nas costas e morreu no cruzamento das avenidas Carneiro da Cunha e Luiz Lianza. Ele ainda foi socorrido por uma ambulância do Samu, mas morreu minutos depois. Os autores dos três homicídios ainda não foram identificados apesar das diligências feitas pela Polícia Militar nas imediações dos crimes.

Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do Portal Correio
clenilsonpinto@yahoo.com.br


Postar um comentário