segunda-feira, 15 de agosto de 2011

HISTÓRIA DO ANTIGO MERCADO PÚBLICO, HOJE CENTRO CULTURAL FENIX

Antigo Mercado Público, hoje Centro Cutural Fênix

 O antigo Mercado de Mamanguape que foi edificado pelo capitão Paulino Fernandes da Costa, em 1874, há 134 anos. Em 1901, sendo presidente do conselho municipal o Capitão Francisco Ivo, foi construído mais um compartimento, seis anos depois, pelo então Prefeito Cel. José Campelo, foram realizados diversos melhoramentos e novas talhas para o corte de peixe e carne. Um ano depois, no seu segundo mandato de Prefeito, o Major José Pedro Batista Carneiro concluiu a calçada do Mercado e colocou lampiões de azeite para iluminação externa.


Em 6 de agosto de 1943 tem conhecimento da última restauração realizada no antigo Mercado, há 65 anos pelo Prefeito Dr. José Fernands de Lima. Em 2005 os comerciantes do mercado se mudaram para outro local conhecido como mercado novo, deixando o antigo prédio abandonado. Em 2006 teve início a obra para transformamr o antigo mercado em um Centro Cultural. Em 4 de julho de 2008 a restauração do prédio foi inaugurada pelo ex-prefeito Fábio Fernandes Fonsêca, passando a se denominar Centro Cultural Fenix.

O prédio conta com um auditório multi-uso (cinema, teatro, música, apresentações folclóricas, seminários, congressos, palestra, lançamento de livros, festival e capacitações); brinquedoteca; sala de reboco (espaço para exposições e performances diversas); inclusão digital; sala de música; espaço para oficinas temáticas (artesanatos, danças e artes plásticas), camarim, lanchonete e banheiros.

Postado por Clenilson Pinto às 11:30 min.  
clenilsonpinto@yahoo.com.br

NESTE DOMINGO: COM 67,64% DOS VOTOS, ADRIANO BARRETO É ELEITO PREFEITO DE MARCAÇÃO.

Foto da Internet
Com 67,64% dos votos, Adriano de Oliveira Barreto (coligação “A Coragem Para Mudar Continua”) formada pelos partidos, PC do B, PR, PTB e DEM, foi eleito Prefeito do Município de Marcação, neste domingo (14).

 Entenda o caso

O  TRE  havia cassado os mandatos do prefeito Paulo Sérgio da Silva e de seu vice Valdir Fernandes da Silva, eleitos em 2008, determinando a imediata eleição. Eles foram acusados de abuso de poder econômico e político, conduta vedada a agente público, corrupção eleitoral e compra de votos. Depois da cassação, a cidade de Marcação passou a ser  administrada pelo presidente da câmara municipal, Após dois adiamentos, o TSE determinou que a eleição fosse realizada neste domingo 14,  Adriano Barreto foi candidato único, já que na fase de registro de candidaturas, apenas ele e seu vice tiveram os registros de candidatura acatados pelo TRE.