quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Em Itapororoca vereador chama colega de filho da puta "veja o vídeo"

A sessão ordinária ocorrida na noite de ontem na Câmara Municipal de Itapororoca, localizada a 65 km de João Pessoa foi bastante movimentada.

Com a presença dos nove vereadores, deu início aos trabalhos com tranqüilidade, o clima esquentou quando o vereador Dáda usou a tribuna para cobrar um medicamente controlado para um popular junto a secretaria de saúde, na ocasião fez críticas a secretária de saúde, Vera Meireles que é esposa do vereador Chico da Saelpa que acompanhava todo o discurso do vereador.

Dáda ao finalizar disse que iria para o rádio fazer a denúncia sobre a falta de medicamentos em alguns postos de saúde e que estava recebendo os balancetes da saúde para fazer uma avaliação de como anda aquela pasta.

O vereador Chico da Saelpa usou também a tribuna, onde saiu em defesa da sua esposa, passou a explicar os problemas sofridos pela pasta e no final da sua fala, revoltado com as declarações de Dáda, Chico foi curto, grosso e rápido como um raio, disse “ Eu dou um boi para não entrar numa briga, e a depois que entrar eu perco a boiada, nasci para não ter medo de homem não, como não sou assombrado por nem um FILHO DA PUTA NÃO”.

O presidente daquela casa, Vereador Paulo Queiroz imediatamente pediu para retirar da ata as palavras dita pelo parlamentar e que tal comportamento não condiz com o comportamento daquele parlamento e pediu ainda que os parlamentares mantivessem os ânimos e que suas discussões permanecessem o campo político, não pessoal.

No final da sessão o vereador Chico da Saelpa reconheceu o erro e pediu desculpas ao seu colega vereador.
Confira o vídeo:
 
Da Redação O Arauto Mamanguapense
Postar um comentário