segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

BATE BOCA ENTRE RADIALISTAS E POLÍTICOS NA RÁDIO INTERAÇÃO FM, ESQUENTARAM A ULTMA SEXTA-FEIRA .

Foi grande o bate boca entre políticos e radialistas durante dois programas de rádio na última sexta 24. Tudo começou pela Interação Fm de Rio Tinto, quando um dos apresentadores do programa Jornal Interativo (Edson Sousa) informativo que vai ao ar das 12:00hs às 14:00hs, ao ver uma foto onde estavam políticos da região do Vale do Mamanguape, começou a fazer severas criticas à mesma.
O radialista disse que a foto chegava a causar  ancia de vomito para quem à via e, que ali tinha gente muito cara de pau.  Do outro lado, ouvindo o programa, estava o  presidente do PSB de Rio Tinto; Fernado Naia, que era um dos fotografados.Indignado com o comentário, o socialista utilizou o telefone para dizer ao radialista que ele deveria respeitar os fotogênicos, acalourando ainda mais a discussão.

Durante cerca de quinze longo minutos, o que se ouviu foi um ferrenho bate boca entre radialista e ouvinte. O ouvinte (Fernando Naia),dizia que o apresentador conduzia o programa de forma parcial; 'metia o pau no governo do Estado e fazia questão de apenas falar de problemas relacionados às prefeituras das cidades circuvizinhas', se esquivando de debater plobemas administrativos de Rio Tinto para não atingir a atual gestão. O radialista por sua vez, disse que o socialista estava equivocado, e que ele (o radialista), sempre apontou erros na administração municipal, e que o socialista talvez não tivesse o hábito de ouvir o programa diariamente. A discussão durou certo tempo, e depois de acababa no rádio, ganhou as ruas da cidade fabril, dividindo opiniões.

Distante daqui 60km, uma outra discussão começava; o radialista da Corrteio Fm de João Pessoa, Fabiano Gomes, dizia que a cúpula do PMDB campinense estaria influenciando as instâncias internas do PT em favor da candidatura própria do partido, inclusive barganhando por meio de cargos na administração. Pronto, foi outro fuzuê. O deputado Luciano Cartaxo (PT) não gostou nada das insinuações levantadase pediu direito de resposta, mesmo não tendo sido ele o “alvo” dos ataques.

Visivelmente agitado, Cartaxo chamou de irresponsável as declarações do apresentador e exigiu: “Quero que vocês apresentem uma prova do que estão dizendo”.

Depois de longas e amargas reclamações do deputado, o apresentador Heron Cid pediu ao deputado que desse espaço para a resposta de Fabiano Gomes, que não mediu palavras: “O senhor prova tudo que o senhor já disse na sua vida, deputado?”.

Como resposta, Cartaxo atacou: “Eu nunca me escondi atrás de um microfone para fazer acusações contra um homem de bem”.

Disposto a não sair “derrotado” da discussão, Fabiano Gomes avisou: “Então eu vou fazer igual ao que o senhor faz na Assembleia: vou tirar a fonte, deputado. Quem está dizendo que a Prefeitura de Campina Grande está agindo para a tese de sua candidatura própria vença, sou eu”. Em meio aos reclames do deputado, Fabiano ainda apimentou: “Tenha calma deputado... O senhor ta nervoso”.

Ambas as discussões; tanto em Rio Tinto quanto em João Pessoa, terminaram com os pedidos de desculpas pela exaltassão por parte dos reclamantes, e entre mortos e feridos, salvaram-se todos.


Da redação o Arauto Mamanguapense com blogdotião
Postar um comentário