segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

CIÊNCIA: Terremoto em Marte pode indicar possibilidade de vida .

     Foto da NASA que mostra as trilhas das rochas, as dunas de areia deformadas pelo caminho seguido pelas rochas e o final da trajetória das mesmas.

De acordo com notícia publicada no site jornalciencia.com, foi detectada uma região onde ocorreu um grande terremoto em Marte, o que sugere a existência de vulcões ativos e até reservatórios de água, os quais poderiam, em tese, sustentar a vida naquele planeta.

Os cientistas observaram a quedas de rochas na superfície de Marte similares as da ocorrência de um tremor de terra ocorrido em 2009 perto de L’Aquila, na Itália.

Nas fotos tiradas pela sonda espacial Mars Reconnaissance Orbiter na NASA, as rochas que medem 18 metros de altura, se movimentaram em um raio de 99 km, ao longo de falhas na fossa Cerberus.

Isso é consistente com a hipótese de que as pedras tinham sido mobilizadas através de tremores de terra, e que a gravidade da terra tremida diminuiu ao longo do epicentro”, comentou Gerald Roberts, da Universidade de Londres.

Os pesquisadores excluíram a possibilidade de que as rochas teriam sido depositadas pelo gelo derretido, por causa de padrões distintos de terra. Com base na área coberta pelas pedras deslocadas, o Dr. Roberts estima que a magnitude do terremoto tenha sido de 7 graus na escala Richter, a mesma intensidade que atingiu o Haiti em 2010 e matou 300 mil pessoas.

Existe a possibilidade do tremor, que foi apelidado de Marsquake, ter sido alimentado por movimentos de magma. Os ventos marcianos ainda não apagaram as trilhas das pedras, o que faz com que os astrônomos concluam que o evento ocorreu a pouquíssimo tempo.

Anteriormente já havia sido admitido pelos cientistas a possibilidade que abalos sísmicos estarem ocorrendo na superfície de Marte. Se vulcões ativos existirem no planeta vermelho, o calor pode derreter bolsas de gelo subterrâneo, formando reservatórios de água líquida, o que seria algo bastante hospitaleiro para abrigar a vida como conhecemos.

Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do http://ovnihoje.com 
Clenilsonpinto@yahoo.com.br

Postar um comentário