terça-feira, 6 de março de 2012

PRF e Gaeco prendem falso médico que atuava em Sapé e Pilar; ele ganhava R$ 12 mil; foto

Um falso médico que atuava na região de Sapé e Pilar, na Mata Paraibana, foi preso na noite desta segunda-feira (5) em flagrante, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mamanguape.
Falso Médico
Falso Médico (Foto: @emersonmofi)


O pernambucano Eric Gustavo Santana da Silva, 31 anos, utilizava uma documentação falsa do médico Plácido Guimarães Salles, que morreu em 2007 após um latrocínio em Pernambuco.
O repórter Emerson Machado da TV Correio informou que nas cidades de Sapé e Pilar ele atendia na especialidade de Clínica Geral e ganhava R$ 12 mil. 

De acordo com a assessora de comunicação da PRF, Keilla Mello, já é a terceira vez que ele é preso pelo mesmo crime de falsidade ideológica. 

A polícia chegou até o acusado, após uma denúncia anônima a PRF, que iniciou as investigações junto com o Gaeco (Grupo de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público Estadual.

Ele foi preso hoje à noite, no posto da PRF de Mamanguape e apresentado a imprensa na sede do órgão. O jovem será encaminhado para Central de Polícia, no Centro de João Pessoa. 

Plácido Domingo foi assassinado no dia (1º) de Setembro de 2007, em uma das principais avenidas do Recife, Agamenon Magalhães, em frente ao Real Hospital Português. O crime foi concluído como latrocínio (Assalto seguido de morte). 
 
Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do Portal Correio
clenilsonpinto@yahoo.com.br
Postar um comentário