terça-feira, 26 de junho de 2012

Vizinho reconhece menina desaparecida em SP e chama PM Homem que estava na região central com a criança fugiu. Brenda Gabriela vai passar por exames médicos e psicológicos.

 
O ARAUTO MAMANGUAPENSE

Um vizinho da menina Brenda Gabriela, que desapareceu durante um evento religioso no Centro de São Paulo, viu o momento em que um homem passava com a garota na Rua Vergueiro, na região da Liberdade, também no Centro, e pediu ajuda à Polícia Militar na tarde de segunda-feira (25). O rapaz tentou agarrar o homem, mas ele abandonou a criança e fugiu. A polícia procura o suspeito.


“Eu a vi, peguei saí correndo atrás. Ele estava do lado, pedindo o lanche. Quando falei que ia chamar a polícia ele saiu correndo”, contou o repositor Alex Ramos de Carvalho.

A menina estava com o cabelo mais curto do que no dia em que desapareceu durante evento da Igreja Pentecostal Deus é Amor. De acordo com a mãe da criança, Geiza Mari Silva, Brenda relatou maus tratos. “Ele deixava a criança debaixo das cobertas o dia inteiro. Ela passava fome e frio. Disse que batia nela, beliscava ela”, disse. Brenda foi levada para o hospital para ser examinada, e deve passar por novos exames médicos e psicológicos nesta terça-feira (26).
O reencontro com a família ocorreu no 5º Distrito Policial, para onde a menina foi levada. A mãe chorou muito ao pegar a filha no colo.

Após sair da delegacia, Brenda foi para casa com a mãe – onde a mulher vive com ela e mais cinco filhos em dois cômodos. Elas foram recebidas pelos vizinhos. Ao entrar, a menina correu para o avô, a quem recebeu com um sorriso, e para seus brinquedos. “Graças a Deus, o meu sonho era esse, trazer a menina para ficar nos braços da mãe dela”, disse Nabor Monteiro, avô de Brenda. A criança também se emocionou ao encontrar um dos irmãos.

Geiza espalhou cartazes pelas ruas da Mooca com a imagem da criança - ela deixou de trabalhar para procurar a menina. No dia 13 de junho, o irmão de Brenda ajudou a elaborar o retrato falado de um homem que teria se aproximado e feito um carinho na cabeça da menina durante o evento.

No templo onde a criança foi vista pela última vez, o registro de desaparecimento foi feito no dia 10 de junho, às 23h. Desde então, a igreja começou uma campanha na internet pedindo ajuda dos fiéis pra encontrar a menina.

Da Redação O Arauto Mamanguapense
Com informações do G1
clenilsonpinto@yahoo.com.br
oarautomamanguapense@gmail.com


Postar um comentário